Jaú faz festival ‘sabor’ de cultura caipira e com cara do povo jauense

 

O 8º  Festival Caipira de Jaú investe naquilo que há de mais jauense em Jaú e na região. A moda caipira, a comida, a cavalgada, os lugares que importam como o Bairro Pouso Alegre de Baixo, centro de irradiação de diversas tradições.

A novidade é um concurso para revelar novos talentos da composição que se consagrou chamar “música de raiz”. Os compositores de Jaú mostrarão sua produção no 1º Festival de Música Autoral Caipira “Teixeira Filho”, no dia 11, nas dependências da Associação de Moradores do Bairro de Pouso Alegre de Baixo, a partir das 14h.

O Festival Caipira de Jaú ocorre a partir de sábado (4) com o Mercadão recebendo às 10h Zé Catira e Zé Maria e uma apresentação de Folia de Reis, com um grupo do município de Torrinha.O próprio Cinema Municipal está na onda do Festival Caipira, com exibição de filmes com temática caipira, sábado (4) e domingo (5). Na vesperal (14h) será exibido  “O Menino da Porteira”, com o cantor Daniel, de Brotas; à noite (19h30) passa “Mazzaropi e o Corintiano”. O Festival terá atrações diárias (Confira programação)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pegada turística

Outra novidade do Festival Caipira, explorando um potencial turístico de Jaú, é a cavalgada domingo (12), a partir da 8h, saindo do Jardim São José percorrendo a Estrada Velha do Pouso Alegre até o patrimônio. A perspectiva desta atividade é dar visibilidade colocando no centro Pouso Alegre, patrimônio surgido no século 19 tendo igreja e casas em um ambiente que remete às tradições de Jaú. O lugarejo já é muito visitado o ano todo por oferecer comida típica saborosa e famosa na região.

Como pensa o secretário de Cultura, André Galvão, “estamos olhando pra dentro” e que o Festival Caipira de Jaú traga mesmo muita gente da região e de qualquer lugar. E que o jauense se aproprie da sua cultura, já que o festival é descentralizado, promovendo atividades em vários locais do município.

Festival Caipira 2016programa

 

Anúncios