Pesquisa detecta maioria desinformada sobre presidente golpista

Em pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT)/MDA , o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera as intenções de voto espontâneo para a Presidência da República, com 8,6%. A seguir, aparecem Aécio Neves (5,7%), seguido por Marina Silva (3,8%) e pela presidenta Dilma Rousseff (2,3%). O presidente interino, Michel Temer, está empatado com Jair Bolsonaro, ambos com 2,1%. Ciro Gomes aparece com 1,2%. O tucano Geraldo Alckmin tem apenas 0,6%, assim como o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa. E José Serra se aproxima do “traço”, com 0,3%.

Apesar da liderança no voto espontâneo, chama a atenção que 71,4% dos entrevistados consideram que o ex-presidente Lula é culpado pela corrupção investigada pela Operação Lava Jato (66,9% dizem pensar a mesma coisa sobre Dilma). Segundo o diretor do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), Cândido Grzybowski, as pesquisas mostram a opinião dominante da sociedade, que é enormemente influenciada pela mídia, sobretudo no Brasil, onde é oligopolizada.

Um dos indicadores mais relevantes sobre o nível de desinformação está na avaliação do “presidente Temer”, em que as respostas trazem 11,3% de “positiva” 28% de “negativa”, 30,2%, de “regular” enquanto 30,5% “não souberam opinar”. Quando o maior contingente de entrevistados não sabe opinar, significa que a desinformação está em primeiro lugar.

Anúncios