Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas rejeita proposta dos patrões de parcelar inflação e continua a negociar aumento real de 5%

Os patrões, representados pelo Sindicalçados de Jaú, apresentaram nesta sexta (17) a proposta de parcelamento do índice da inflação INPC nos salários dos calçadistas. O Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas de Jaú recusou a proposta de parcelar em duas vezes, por entender que há condições do setor repor a inflação de uma única vez.

Apesar do sindicato patronal já aceitar pagar a inflação, o que representa um avanço, o Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas não recua da reivindicação da categoria de 5% de aumento real e mais a inflação, com índice do INPC, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A data-base da categoria é 1 de julho e há 5 anos os calçadistas não têm aumento real nos salários.

Na segunda rodada de negociações da Campanha Salarial 2016, ocorrida sexta (17), vários pontos da pauta de reivindicações foram debatidos pelos diretores do sindicato patronal e pelos sindicalistas.

As próximas mesas de negociações estão agendadas para quarta-feira (22) e sexta (24).

A campanha salarial do Sindicato Calçadista de Jaú integra a Campanha Salarial Unificada da CNTRV/CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo do Vestuário da CUT), o que dá mais força para as negociações do setor calçadista em todo o Brasil.

Anúncios