Patrões oferecem 5,5% nos salários dos calçadistas de Jaú; Sindicato dos Trabalhadores diz ‘não’

Há 5 anos sem aumento real no salário dos calçadistas de Jaú, os patrões ofereceram dar somente 5,5% diante de uma inflação de quase 10%. O Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas de Jaú recusou nesta quarta (22) a proposta dos empresários, representados pelo Sindcalçados de Jaú. A reposição seria paga de uma única vez.

O Sindicato dos Trabalhadores reivindica 5% de aumento real e mais a inflação com base no INPC, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na semana passada, os patrões ofereceram dar a inflação de 12 meses paga em duas parcelas. O Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas entende que é possível pagar em uma única vez e com aumento real.

Na sexta (24), haveria uma nova rodada de negociação, porém foi adiada e ainda não foi agendada uma nova data. Esta foi a quarta rodada de negociação da pauta de reivindicações dos calçadistas que têm data-base em 1 de julho. As negociações prosseguirão.

Juntos

A campanha salarial do Sindicato Calçadista de Jaú integra a Campanha Salarial Unificada da CNTRV/CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo do Vestuário da CUT), o que dá mais força para as negociações do setor calçadista em todo o Brasil.

 

Anúncios