Presidente do Sindicato dos Calçadistas destaca avanço nas negociações salariais

 

Durante Primeiro Arraiá do Calçadista de Jaú, Miro informa que os patrões devem apresentar contraproposta hoje

 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores (as) Calçadistas de Jaú, Miro Jacintho aproveitou o Primeiro Arraiá do Calçadista de Jaú sábado (16) para fazer um balanço da Campanha Salarial Unificada 2016.

Miro destacou a expectativa do fechamento de uma boa negociação, que hoje (segunda-feira, 18) tem nova rodada agendada para a tarde. “Negociação não é apenas de salário. É também discutir e avançar nos benefícios aos trabalhadores”, ressaltou. No momento, a negociação entre patrões e trabalhadores foca as cláusulas de benefícios.

Miro ainda destacou a importância da mobilização da categoria para avançar nas reivindicações apresentadas aos patrões. Na primeira rodada, os empresários aceitaram pagar a reposição da inflação, porém em duas parcelas. O Sindicato rejeitou a proposta por entender que há condições de avanços. Na rodada seguinte, os patrões apresentaram a proposta de pagar somente 5,5% de reposição salarial, índice abaixo da inflação. Novamente, a posição do Sindicato foi de continuar as negociações em busca de avanço.

Semana passada, os patrões acenaram com uma nova proposta e que será apresentada nesta segunda-feira (18) em nova rodada de negociação.

A data-base dos (as) calçadistas é 1 de julho.  A campanha salarial do Sindicato Calçadista de Jaú integra a Campanha Salarial Unificada da CNTRV/CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo do Vestuário da CUT), o que dá mais força para as negociações do setor calçadista em todo o Brasil.

 

 

Sem prejuízos

 

A direção do Sindicato comunica que independente da data do fechamento do Acordo Coletivo da Categoria, o pagamento do reajuste salarial será retroativo a 1º de julho.

Anúncios