Jaú corre atrás do mosquito transmissor da zica, dengue e chikungunya

A Prefeitura de Jaú modifica a sistemática do trabalho de intensificação casa a casa, uma das ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti.

A cidade foi dividida em 4 áreas, e cada uma dessas áreas foi dividida em setores. Dentro de cada setor, haverá, em datas específicas (conforme tabela abaixo), grupo de agentes de controle de endemias fixados em um determinado setor.

Dessa maneira, o agente fica fixo num determinado perímetro, passando a ser conhecido e reconhecido neste setor como representante autorizado no combate à dengue.

Pesquisas recentes confirmaram que o Aedes também se reproduz em água suja, como a acumulada em boca de lobo.

Acompanhe datas e locais da ação dos agentes do Departamento de Zoonose da Secretaria de Saúde:

 

caça mosquito