Planos de saúde dão calote bilionário no SUS

 Além disso, há R$ 1,4 bilhão cobrados pela ANSS que as empresas de plano de saúde estão contestando na Justiça. A conta não para aí. Embora a cobrança tenha sido institucionalizada em 1998, só começou a ser feita em 2001. Ou seja, três anos foram simplesmente esquecidos.

 Tais fatos são mais uma mostra do perigo representado pela proposta do ministro interino da Saúde de criar “planos de saúde baratos” para substituir parte do papel do SUS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s