Em quatro frases, charge explica apartamento que fez Moro tornar Lula réu

A página do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Facebook publicou hoje (25) uma ilustração que está “circulando pela internet” que explica o caso do tríplex no Guarujá. O imóvel foi incorporado pela construtora OAS junto à cooperativa Bancoop. Com dificuldades financeiras, os cooperados aprovaram a transferência e a construtora se interessou em concluir e negociar as unidades.

Reiteradas vezes, desde o início do ano, Lula apresentou documentos demonstrando que optou por deixar a Bancoop. Mesmo assim, o caso é objeto dos procuradores que anunciaram, munidos de apresentação de powerpoint, no último dia 14, que denunciariam o ex-presidente como “comandante máximo” do esquema de corrupção na Petrobras. A força-tarefa da Lava Jato tem desprezado a inexistência de provas, os argumentos da defesa de Lula. Na semana passada, o juiz de Curitiba Sérgio Moro acolheu a denúncia e tornou réu o ex-presidente – para quem o objetivo da operação é inviabilizar sua atuação política.

01

Anúncios