Sta. Casa de Jaú faz novo tipo de cirurgia corretiva para varizes

Novo equipamento permite correção de varizes esofágicas na Santa Casa

 

A Santa Casa de Jaú faz agora procedimento cirúrgico para a correção de varizes causadas por cirrose hepática com um novo equipamento. Pacientes dos setores de infectologia, hepatologia e gastroenterologia, com indicação para a correção, submetidos ao procedimento, que liga os cordões varicosos, evitando assim complicações como hemorragias internas.

Em pacientes com cirrose hepática causada pelo alcoolismo, uso de drogas, intoxicações por metais pesados ou até mesmo viral, através de hepatites, são comuns o aparecimento das varizes esofágicas, que são dilatações das veias do terço inferior do esôfago, podendo se romper e causar grandes sangramentos, às vezes fatais.

img-20160926-wa00021
Equipamento possibilita maior conforto ao paciente no tratamento cirúrgico de varizes

Segundo o médico gastro cirurgião e intensivista da Santa Casa, Osvaldo Franceschi Júnior somente grandes centros médicos possuem estrutura para realizar o procedimento. Em Jaú, graças a doação de empresa GFlex, a Santa Casa conta com o kit de 6, 10 e até 12 anéis elásticos que são usados para ligar os cordões das varizes.

Por meio da endoscopia pode-se fazer a escleroterapia das varizes ou a colocação de um anel elástico ao redor da veia dilatada, o qual, com o tempo, provoca o desaparecimento progressivo da mesma.

“Sem este tipo de procedimento, o paciente fica em longo tratamento tomando medicamentos, como betabloqueadores e vasodilatadores, com um rígido acompanhamento médico para se evitar efeitos colaterais. Agora com o kit disponível conseguimos fazer este procedimento de ligadura dos vasos através de uma simples endoscopia”, afirma Franceschi Júnior.