“A luta continua. Ela não pode parar”

Durante abertura do 2.º  Congresso da IndutriALL, nesta terça-feira, 4, no Rio de Janeiro, o ex-presidente Lula discursou para mais de 1500 sindicalistas de 140 países. Lula, que é considerado uma das maiores lideranças mundiais, conclamou a luta contra a PEC 241 que pretende congelar por 20 anos os investimentos públicos nas áreas de saúde, educação, infraestrutura  e outras. “Toda vez que um governante falar em cortes nos gastos públicos, significa que os mais pobres serão os mais afetados”, alertou. “Não há possibilidade de qualquer país do mundo crescer, se o Estado não tiver competência de alavancar o crescimento”, disse.

OIT

Na manhã desta quarta-feira, 5,  foi a vez da Organização Internacional do Trabalho (OIT) participar do 2.º Congresso da IndustriALL. O diretor geral da OIT, Guy Ryder, destacou que o Congresso acontece em circunstâncias econômicas traumáticas e o desemprego ameaça os trabalhadores, especialmente os mais jovens.

Ryder defendeu o Acordo de Paz na Colômbia a partir de consulta popular (Plebiscito) e reafirmou que o Acordo sobre o Clima do Cop21 não deve ser visto como uma ameaça e sim ser considerado uma oportunidade.

14550607_773759666096411_303719344_o

Anúncios