Sindicato dos Calçadistas participa de Ato que parou Marechal Rondon em Bauru

A direção do Sindicato dos Calçadistas de Jaú participou hoje (9 de novembro) de um um Ato e trancamento da rodovia Marechal Rondon, em Bauru. A ação sindical foi em apoio à Apeoesp, subsede de Bauru.

O ato organizado pela Apeoesp foi um protesto contra a reforma da Previdência Social, a Reforma do Ensino Médio e a PEC do Fim do Mundo, (PEC 241 aprovada na Câmara dos Deputados e que tramita no Senado denominada PEC 55).

Se aprovada, a Proposta de Emenda à Constituição congelará os investimentos do governo federal por 20 anos, comprometendo sensivelmente a Educação, a Saúde e outras áreas sociais pelo corte de recursos.

“Temos que nos unir para combater essas perdas que estão sendo impostas sem discussão pelo governo Temer aos trabalhadores”, comentou Flávio Coutinho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os diretores Flávio Coutinho, Sidnei Camargo e Wagner Vieira e o assessor Adão Chagas se mobilizaram junto a  integrantes  do Movimento Social de Luta (MSL), dirigentes sindicais e professores da ativa e aposentados (Bauru e Marília) e representantes do PCO de Assis numa concentração na Praça da Paz, a partir das 8h30.

Por volta das 9h35, o grupo de cerca de 100 pessoas caminhou até a rodovia Marechal Rondon, no trecho urbano da estrada, e parou o trânsito por cerca de 15 minutos.

Rapidamente se formou uma imensa fila de caminhões, motos e veículos utilitários e de passeio na pista sentido Interior-Capital.

Na sequência, os manifestantes se dispersaram. Nesta sexta-feira a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a qual é filiado o Sindicato dos Calçadistas, promove o Dia Nacional de Greve! contra as reformas e a perda de direitos dos trabalhadores. Em Bauru haverá diversas atividades ao longo do dia, culminando com um Ato às 17h, na Câmara Municipal de Bauru.

Anúncios