Bangladesh: 26 trabalhadores permanecem encarcerados após participarem de greve

IndustriALL Global Union organiza ações de solidariedade em todo o mundo

A Industrial Global Union, federação sindical com mais de 50 milhões de representados em todo o mundo, está organizando uma campanha mundial de solidariedade em favor de 26 trabalhadores bengaleses que foram presos após participarem de uma greve no final de 2016. “As autoridades bengalesas estão se utilizando da greve como desculpas para executar uma ofensiva geral contra os trabalhadores e sindicalistas que sequer estavam envolvidos com o movimento”, aponta a entidade que denuncia ainda: “muitos sindicalistas estão sendo obrigados a se esconderem para não serem presos. Os sindicatos estão fechados por conta da onda de medo causada pela criminalização do movimento sindical em Bangladesh”, acusa documento enviado para confederações e centrais sindicais brasileiras.

Campanha
Lideranças do Ramo Vestuário da CUT aderiram à Campanha Global em solidariedades aos trabalhadores presos. A IndustriALL Global Union sugere que sindicalistas postem fotos nas redes sociais, segurando o cartaz da campanha e denunciando as prisões. Além disso, as entidades de grau superior devem enviar uma carta à embaixada de Bangladesh em seus respectivos países apelando pela soltura dos trabalhadores e pelo fim da perseguição às lideranças sindicais em Bangladesh.

Anúncios