Michel Temer (PMDB) quer confiscar multa de 40% sobre FGTS nas demissões sem justa causa

Governo quer usar Fundo para pagar seguro-desemprego

 

O governo golpista de Michel Temer (PMDB) quer usar os recursos o FGTS para custear o Seguro-desemprego. O anúncio foi feito pelo Ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

Caso a medida se concretize, invés do Seguro-desemprego ser custeado por recursos públicos, como é atualmente, passaria a ser pago com o próprio dinheiro do trabalhador. A multa de 40% ficaria retida.

Em nota, a Central Única dos Trabalhadores disse que “reter parte do FGTS e a multa de 40% do fundo dos trabalhadores demitidos sem justa causa é uma das maiores perversidades do governo ilegítimo e golpista de Temer. Esse dinheiro não é do governo. É dos trabalhadores. Um país com mais de 14 milhões de desempregados tem de pensar em formas de geração de emprego e renda, de proteção ao trabalhador no momento em que este está mais desesperado e não confiscar o FGTS”.

Caso a intenção de Temer se concretize, a CUT prometeu tomar medidas de mobilização e legais para impedir  o que chamou de  “novo assalto aos direitos do trabalhador”.  O presidente do Sindicato dos Calçadistas, Miro Jacintho, avalia que a medida afeta em cheio a categoria. “Há uma rotatividade bem grande no setor calçadista de Jaú. O uso do valor da multa para pagar seguro-desemprego será uma crueldade com os trabalhadores”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s