Campanha Salarial: É hora de lutar!!!

Nota Oficial do Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas de Jaú

 

Nesta terça-feira, dia 22, houve mais uma rodada de negociações junto ao Sindicato Patronal. Assim como nas rodadas anteriores não houve avanço.

Os patrões contrataram dois negociadores que mantêm, desde o início, uma posição radical, rejeitando todas as reivindicações da categoria e impondo a retirada de direitos, como forma de adiantar os efeitos da Reforma Trabalhista de forma exclusiva em benefício dos “patrões do calçado” de Jaú.

Exemplo disso, é o fato das empresas quererem acabar com a cláusula que garante que as homologações sejam feitas no Sindicato, com profissionais qualificados representando o trabalhador/a.

Dar calote nas verbas rescisórias é o único propósito dos patrões, já que a Reforma Trabalhista prevê que a partir do dia 11 de novembro, caso o trabalhador/a assine a rescisão, dará quitação total dos débitos. Neste caso, a nova lei protege a empresa. Não adiantará recorrer à Justiça do Trabalho.

Os negociadores patronais assumiram uma postura de “enrolação”. Na rodada desta terça-feira, por exemplo, chegaram a propor 0,9% de aumento real, mas se negaram a assumir o compromisso em Ata.

 

As empresas ultrapassaram todos os limites:

Elas não aceitam atestados médicos; terceirizam suas produções para bancas ilegais, nas quais até mesmo crianças são submetidas à exploração do trabalho; pagam um valor irrisório de cesta básica; não registram muitos de seus trabalhadores; atrasam os depósitos do FGTS; dão calote no INSS (mesmo efetuando o desconto em folha), contribuindo para o rombo da Previdência Pública.

Como se não bastassem tantas irregularidades, ainda se negam em conceder 1 real sequer de aumento (fora a inflação do período, que é de 2,56%), reafirmando assim a velha e ultrapassada postura patronal de “valorização zero” daqueles que geram riquezas para as fábricas e seus donos/as.

 

É hora de lutar:

O Sindicato tentou o diálogo por quase três meses. Os negociadores patronais permaneceram intransigentes. É hora de dar uma resposta à altura da intransigência dos patrões.

A partir desta quinta-feira, o Sindicato realizará assembleias nas principais fábricas e discutirá com os trabalhadores/as um plano de luta que deverá incluir paralisações.

 

Assembleia Geral no domingo:

Neste domingo, dia 27, haverá uma Assembleia Geral na sede do Sindicato para aprovação do Plano de Lutas. Todos os trabalhadores/as deverão comparecer como forma de demonstrar seu protesto ao tratamento que o Sindicato Patronal vem dando às reivindicações da categoria. Chegou a hora de reagir!

A assembleia terá início às 8h30. O Sindicato fica na rua Marechal Bitencourt, 1188, Vila Nova.

“Não vamos entregar os pontos – Nenhum direito a menos”!

 

Jaú, 22 de agosto de 2017.

Direção do Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas de Jaú

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s