Com assembleias nos locais de trabalho, Sindicato inicia Campanha Salarial 2018

Mobilização da categoria será fundamental para preservar os direitos.

Por: Redação STICJ

 

O Sindicato publicou edital convocando assembleias para discutir a Campanha Salarial 2018. Com o tema “Fortalecer o Sindicato, Garantir Direitos, Avançar nas Conquistas: Por Mais e Melhores Empregos”, as ações reivindicatórias em Jaú farão parte da Campanha Salarial Unificada da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Vestuário da CUT, CNTRV.

Como forma de garantir maior participação e mobilização da categoria, o Sindicato está realizando as assembleias nos principais locais de trabalho. No dia 12 de maio, haverá uma assembleia geral na sede do Sindicato, dando mais oportunidade para que os trabalhadores e trabalhadoras opinem nas decisões da Campanha Salarial.

 

Sem Sindicato, sem direitos!

A reforma trabalhista estabelece que o negociado vale mais que o legislado. Dessa forma, somente a Convenção Coletiva poderá garantir direitos como piso salarial, vale-cesta, reajuste nos salários, carga horária, dentre outros. “Vivemos um tempo em que não há nenhuma garantia dos direitos trabalhistas. A Convenção Coletiva passa a valer mais que a Lei e, por esta razão, ela será o instrumento mais importante na defesa dos interesses dos calçadistas de Jaú. Os patrões querem destruir o Sindicato para implementar o mais alto nível de exploração dos trabalhadores e trabalhadoras. Por outro lado, a categoria precisa adquirir a consciência que sem o Sindicato não haverá direito algum”, destacou Miro Jacintho presidente do Sindicato dos Calçadistas de Jaú.

 

Garantir direitos

As assembleias nos locais de trabalho e na sede do Sindicato têm o objetivo de aprovar uma pauta de reivindicações que garanta os direitos frente à nova legislação trabalhista. “Tudo é negociado. Por isso vamos dialogar com os trabalhadores e trabalhadoras e tentar construir uma grande mobilização para que os patrões não tratem nossa pauta com o mesmo descaso de sempre. A categoria precisa mostrar sua força e cobrar seu devido valor e isso só será possível por meio de participação e mobilização”, concluiu Jacintho.

 

Avançar nas conquistas

Além de lutar pela garantia dos direitos, é preciso avançar nas negociações para que a categoria tenha mais benefícios. Melhorar o valor e as regras do vale-cesta também será prioridade na Campanha Salarial 2018.

 

Por mais e melhores empregos

O desemprego é sempre um aliado dos patrões em campanhas reivindicatórias, contudo, a indústria brasileira de calçados tem demonstrado índices importantes de recuperação econômica em todo o país. Até o momento, segundo a Abicalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados), as grandes Feiras apresentaram bons resultados.

O Sindicato encomendou ao Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) um estudo completo e específico sobre a situação econômica da indústria calçadista de Jaú como forma de obter dados precisos para contrapor a “choradeira” dos patrões. “Queremos ter dados reais sobre a questão do emprego no setor calçadista local e sobre o lucro dos patrões. Precisamos conhecer a verdadeira margem para um reajuste digno nos salários, independente de índices inflacionários”, revela o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Calçadistas de Jaú.

Prova frente

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s