Sindicato protocola pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2018

Pauta foi amplamente discutida e aprovada nos locais de trabalho.

Por: Redação STICJ.

 

Nesta semana, o Sindicato protocolou a pauta de reivindicações da categoria junto ao representante das empresas. Com data-base em 1.º de julho, os calçadistas reivindicam a reposição da inflação dos últimos 12 meses, aumento real de 5,5%, crédito mensal do vale-cesta de R$ 240,00 e criação de um vale-refeição no valor de R$ 120,00.

O piso salarial reivindicado pela categoria é de 1,5 salário mínimo do Estado de São Paulo, o que corresponderia atualmente ao valor de R$ 1662,57. “Só existe uma forma de distribuir renda e é por meio do salário. A valorização do piso salarial é uma forma de melhorar a renda dos calçadistas, aumentar seu potencial de consumo e alavancar a economia local, já que o comércio de Jaú sobrevive, em grande parte, da renda dos calçadistas”, analisou Miro Jacintho, presidente do Sindicato.

 

Plano de cargos e salários

Outra reivindicação bastante importante se refere à criação do Plano de Cargos e Salários. “É preciso criar mecanismos que busquem valorizar os profissionais e suas respectivas experiências. Hoje, a maior parte da categoria está desmotivada e isso não é bom para nenhum dos lados”, aponta Jacintho.

 

Homologação na sede do Sindicato

Um dos principais desafios dessa campanha salarial será negociar a obrigatoriedade da homologação na sede do Sindicato, feita com acompanhamento de um profissional especializado. A reforma trabalhista, em vigor desde novembro do ano passado, possibilita que a rescisão de contrato seja feita na própria empresa. “Somente a Convenção Coletiva poderá combater esta prática que pode resultar em prejuízo para os trabalhadores e insegurança jurídica para as empresas”.

 

Implantação da PLR

Este será o terceiro ano em que a categoria reivindica a implementação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), uma espécie de abono anual concedido pela empresa para os trabalhadores. “Os patrões não estão sendo sensatos ao se negarem em negociar este ponto. Pesquisas compravam que empresas que pagam PLR atrelada a determinadas metas tem aumento significativo na produtividade e, consequentemente, no lucro. Estamos abertos às negociações das metas, desde que não sejam abusivas”, declarou o presidente do Sindicato.

 

Plano de saúde

Com o aprofundamento da crise do setor público, é inevitável que os trabalhadores busquem garantias para o tratamento de saúde. A implementação de um Plano de Saúde é uma das principais reivindicações da categoria. Por outro lado, o Sindicato continuará cumprindo seu papel social de lutar por melhorias no Sistema Público de Saúde e fortalecimento do SUS.

 

Participação

Durante as assembleias para aprovação da pauta de reivindicações, centenas de trabalhadores puderam opinar e participar da construção da Campanha Salarial 2018. “A categoria precisa permanecer mobilizada e atender os chamados do Sindicato para as atividades da Campanha Salarial. Não haverá conquista se não houver luta”, convoca Jacintho.

As reivindicações dos calçadistas de Jaú integram a Campanha Salarial Unificada promovida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Vestuário da CUT, CNTRV, entidade à qual o Sindicato é filiado. Em todo o país o tema central da Campanha é “Fortalecer o Sindicato; garantir direitos; por mais e melhores empregos”.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s