Bancas: MEI e trabalhadores informais poderão receber auxílio de R$ 600,00. O mesmo vale para calçadistas desempregados. Confira as regras:

Trabalhadores/as em bancas:

Tanto proprietários cadastrados como MEI ou trabalhadores informais (sem registro em carteira) terão direito ao benefício, desde que se enquadrem nas regras abaixo:

  • Ser maior de 18 anos
  • Não possuir renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)
  • Não receber nenhum tipo de benefício previdenciário (aposentadoria, prestação continuada, pensão, etc.)

Calçadistas desempregados:

Receberão o benefício os calçadistas que estão desempregados, não estiverem recebendo Seguro-desemprego e não possuir benefícios previdenciários. Além disso, não podem ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Quanto cada família vai receber?

– O benefício é de R$ 600 e limitado a duas pessoas de uma mesma família.

– A mãe chefe de família (sem marido ou companheiro) tem direito a duas cotas do auxílio, no total de R$ 1.200

– Duas pessoas de uma mesma família podem acumular benefícios: um do auxílio emergencial de R$ 600 e um do Bolsa Família

– Quem receber o Bolsa Família e se encaixar no critério do benefício emergencial, vai receber o que for maior

Clique AQUI para saber todas as regras

O governo ainda não divulgou as datas dos pagamentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s